terça-feira, 16 de abril de 2013

Procurando Local! Espaço Vip.

O segundo lugar que vimos aqui em Curitiba foi o Espaço Vip e tenho que dizer que fui muito bem atendida, desde os e-mail's até a visita pessoalmente tivemos que chegar mais cedo por causa de uma formatura que tinhamos que ir e a Gracielli nos atendeu muito bem apesar do corre corre da arrumação que estava rolando lá (as fotos utilizadas neste post foram enviadas pela Graci, elas estão melhores do que as que eu tirei).



O espaço é bem legal para casamentos pequenos, não fica aquela impressão de vazio pois eles tem a possibilidade de diminuir o salão. O espaço é bem localizado e tem um estacionamento amplo (apesar da rua ser tranquila e muito convidados - segundo a Graci - deixam os carros na rua mesmo). 


Eles comportam no mínimo de 100 convidados e, no máximo, 250. Eles oferecem dois tipo de aluguel, um que é só do espaço que inclui mobiliário básico, limpeza, manutenção e Ecad; e o outro que é com a festa completa e inclui decoração - pra não se preocupar com nada mesmo! Ouvi falar muito bem da comida deles e você pode provar o cardápio de um casamento que eles estejam realizando ou ir em um evento que eles realizam com outros fornecedores.

O que mais gostamos: a possibilidade do pacote completo - dá pra ver nas fotos que a decoração vale a pena - e a localização.
O que menos gostamos: difícil essa, acho que foi o preço estar um pouco fora do nosso orçamento e o fato de só ter um banheiro - o qual, segundo eles, terá sido reformado até a data do casamento (dezembro/14).
Faremos a nossa segunda seção de visitas nas próximas semanas e talvez uma visita em um worlshop aqui em Curitiba neste final de semana, assim que der dou notícias!

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Quando ele pediu... e eu disse sim!

Vou aproveitar o feriado na casa da mãe (que tem uma internet decente nessa vida) para atualizar o que eu puder aqui do blog. Quem sabe essa vida de desempregada não acaba logo e eu consigo colocar uma internet razoável em casa... bom, tirando os devaneios da minha primeira fase da vida - que eu me lembro - que não sou uma estudante, vamos ao vídeo.




E foi assim que eu virei noiva... eu sei que o está meio ruim de entender algumas partes, mas a emoção dá pra sentir!

Te amo, Rô!