segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Vestido dos sonhos! Parte II (A revolta! Hehe, espero que a última)



Nesse sábado eu aproveitei que o noivo não estava em Curitiba para tentar ver alguns vestidos. O problema é que eu trabalho de manhã e, nem lembrei, que o comércio aqui em Curitiba fecha depois das 13h no sábado. Entendo, mas fica a questão: como posso ver qualquer coisa se trabalho de noite até as 19h ou 20h e sábado de manhã?
Acho que fiquei mais irritada por ver COMO aconteceu isso. Foi assim: depois da minha frustração com as lojas mais famosas - ou pelo menos conhecidas - daqui, resolvi ser mais seletiva e cheguei a quatro nomes de lugares onde iria procurar meu vestido. Vi que dois se localizavam em um mesmo bairro de Curitiba e chamei uma madrinha para ir comigo ver esses lugares. Como não tive tempo para pegar o endereço certinho acabei deixando um dos lugares pra lá e fomos no outro que eu consegui achar na internet.
Chegamos lá por volta da 13:20. Eles estavam com as portas semi-abertas, mas tinha gente lá dentro (os donos). Perguntei se eles estavam fechando e um homem me respondeu que já tinham fechado e que todas as vendedoras tinham ido embora. Expliquei que era noiva e que tinha esse problema de horário por causa do trabalho e etc. Além de ele não me atender, disse que seria melhor se eu marcasse um horário em um sábado até, no máximo, as 13h. Quando eu obviamente não conseguiria chegar!
Não consigo compreender como esse povo pensa, sério! As vezes me sinto julgada por não usar roupas caras ou um sapato lindo e ter mil horas livres na minha semana. Nos outros locais que fui ver vestido já havia sentido um pouco desse preconceito e, eu e minha amiga sentimos de novo ali. Não sei explicar, mas sei que se estivéssemos melhor vestidas, talvez no atendessem. E não é só nas empresas de casamento, essa minha madrinha é casada e disse que quando ela e o esposo saiam para comprar móveis percebiam esse mesmo preconceito... a ponto de terem que ir para casa se arrumar antes de entrar em uma loja! Um absurdo...
Chegar com uniforme de trabalho ou com uma calça jeans básica e uma camisa te torna incapaz de comprar? Não sei quem que está errando, se são os donos de empresas em seus treinamentos, os próprios vendedores ou se é uma questão de cultura no estado ou no país... mas eu não me conformo com isso. Poder ser pouco escrever aqui e me recusar a voltar lá, mas sinto que preciso fazer alguma coisa.
Bom, ainda consegui conversar com uma moça que faz vestidos de noiva  no sábado, mais tarde. Mas deixa essa história para um post menos revolts! Hehe. Vocês já sentiram isso meninas? Ou é só por aqui que existe esse preconceito?

Um comentário:

  1. Nossa muito triste isso né, acho que em todo lugar é assim. Você vai no shopping, e os vendedores de lojas te julgam pelo o que está vestindo.
    Realmente lamentável.

    Mas não desanime por causa disso. Tenta ligar nessas lojas antes de ir e marcar um horário, talvez seja melhor já que vc tem pouco tempo.

    Beijos
    Blog: Seremos Um

    ResponderExcluir

Adoro ler os comentários de vocês!